Secretaria de Desenvolvimento Social assina convênio para Casa de passagem do Programa Recomeço

imagem

Assinatura de Convênio entre Recomeço e Casa de Isabel

imagem

Assinatura de Convênio entre Recomeço e Casa de Isabel

imagem

Assinatura de convênio entre Recomeço e Casa de Isabel

O secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, e o presidente da Organização Social Casa de Isabel Centro de Apoio à Mulher, à Criança e ao Adolescente Vítimas de Violência Doméstica e Situação de Risco, Isael Barbosa dos Santos, assinaram nesta quinta-feira, 15/09, um convênio no valor de R$  990,4 mil para custeio, por 12 meses, da Casa de Passagem, equipamento de retaguarda do Programa Recomeço que atenderá usuários de substâncias psicoativas, principalmente o crack, em situação de rua e vulnerabilidade.

A Casa de Isabel, entidade filantrópica que foi habilitada em Edital de Chamamento Público e que atua há mais de 30 anos em São Paulo, tem seu trabalho direcionado a cidadãos vítimas de violência doméstica e familiar, situação de risco (pessoal e social), de mulheres, crianças, jovens, adultos, idosos e pessoas com deficiência.

A Casa de Passagem está localizada na Rua Fortunato, 117/119, Vila Buarque, na capital paulista, conta com 24 vagas para homens adultos e deverá iniciar seu funcionamento em até 30 dias.

“O equipamento vai oferecer acolhimento emergencial e transitório para os adultos usuários de substâncias psicoativas, que se encontrem em situação de rua ou com os vínculos familiares fragilizados. O objetivo é acolher esses homens enquanto eles aguardam avaliações diagnósticas para encaminhamento a outros serviços socioassistenciais, de retaguarda ou tratamento de saúde”, explicou o secretário Floriano Pesaro.

De acordo com o secretário, a passagem pela Casa, apesar de transitória, é de fundamental importância porque pode contribuir para a interrupção e/ou redução no uso de substâncias psicoativas, superação das violências sofridas, construção da autonomia e da cidadania e reingresso no mercado de trabalho.

O Programa Recomeço de enfrentamento ao crack é uma ação do Governo do Estado de São Paulo, cujo  objetivo é executar ações de prevenção, tratamento, reinserção social, requalificação de territórios degradados em virtude das cenas de uso, acesso à justiça e cidadania, saúde e redução de situações de vulnerabilidade social para os usuários de substâncias psicoativas, especialmente o crack, e seus familiares.

A ação intersetorial conta com a participação das Secretarias de Estado de Desenvolvimento Social, por meio da Coordenação de Políticas sobre Drogas (COED), de Saúde, de Justiça e Defesa da Cidadania, Segurança Pública e Educação.

Voltar para o topo