Governo de SP alerta que 27% das denúncias feitas no disque 100 são por violência contra pessoas idosas

Na quinta-feira (22/06), a Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado debateu ações do poder público no combate à violência contra a pessoa idosa

imagem

Seds discute as ações do Poder Público e debate as experiências em serviços socioassistenciais voltados à pessoa idosa

imagem

Seds discute as ações do Poder Público e debate as experiências em serviços socioassistenciais voltados à pessoa idosa

imagem

Seds discute as ações do Poder Público e debate as experiências em serviços socioassistenciais voltados à pessoa idosa

imagem

Seds discute as ações do Poder Público e debate as experiências em serviços socioassistenciais voltados à pessoa idosa

imagem

Seds discute as ações do Poder Público e debate as experiências em serviços socioassistenciais voltados à pessoa idosa

imagem

Seds discute as ações do Poder Público e debate as experiências em serviços socioassistenciais voltados à pessoa idosa

imagem

Seds discute as ações do Poder Público e debate as experiências em serviços socioassistenciais voltados à pessoa idosa

imagem

Seds discute as ações do Poder Público e debate as experiências em serviços socioassistenciais voltados à pessoa idosa

imagem

Seds discute as ações do Poder Público e debate as experiências em serviços socioassistenciais voltados à pessoa idosa

imagem

Seds discute as ações do Poder Público e debate as experiências em serviços socioassistenciais voltados à pessoa idosa

O Estado de São Paulo registrou 7.550 denúncias de violência contra a pessoa idosa em 2016, segundo o levantamento realizado pela Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos. Este número representa 27% do total de 27.454 denúncias recebidas de violações de direitos humanos no período, no Estado. Além disso, houve um aumento de 10% em um ano, já que em 2015 foram realizadas 6.853 denúncias.

Para debater sobre o assunto, a Secretaria de Desenvolvimento Social do Estado de São Paulo promoveu um encontro, na quinta-feira, dia 22 de junho de 2017. O evento abordou o balanço da Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos e discutiu a atuação do poder público a partir das experiências de atendimento a idosos em situação de violência, em serviços socioassistenciais da Proteção Social Especial e do Programa São Paulo Amigo do Idoso.

Ainda de acordo com o Disque 100, em 39% dos casos, a violência acontece dentro da própria casa, por negligência, seguida de violência psicológica, com 26,40%. O abuso financeiro e a violência patrimonial superam 17%. Negligência, violência psicológica, abuso financeiro e econômico, violência patrimonial, violência física estão entre as principais violações contra os idosos. As mulheres estão entre as maiores vítimas; com registro de denúncias somando 60% contra 29% de idosos no âmbito nacional.

Para enfrentar a violência contra pessoas idosas, o Governo de São Paulo conta com uma ampla rede de serviços socioassistenciais, realizando ações preventivas e atendimento a idosos em situação de violência, como os 1103 CRAS e 284 CREAS.  Em 2012, criou o Programa SP Amigo do Idoso, com o objetivo de tornar os municípios paulistas ambientes mais seguros para a população, diante de seu acelerado envelhecimento.

O Governo de SP tem investido principalmente no fortalecimento da rede de proteção social, por meio da implantação de novos equipamentos e serviços de atenção a pessoa idosa, buscando fortalecer os vínculos familiares, ofertar cuidados e prevenir situações de violência.

De acordo com o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, nos últimos anos, os municípios paulistas receberam recursos para implantar 194 novos Centros de Convivência do Idoso, 99 Centros Dia do Idoso e 18 unidades do Programa Vila Dignidade. “É necessário incorporar o tema da violência contra as pessoas idosas entre toda a sociedade, a fim de se criar uma cultura para o envelhecimento com foco na garantia de direitos”. Floriano Pesaro  destaca ainda que os ambientes domésticos devem ser fontes de proteção e deixem de ser foco de violação.

Assessoria de Comunicação e Imprensa

Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo

Fone: (11) 2763-8131/ 8323

Email: socialsaopaulo@gmail.com

Voltar para o topo