Governo de SP inaugura Centro Dia do Idoso em Sertãozinho, região de Ribeirão Preto

O equipamento atende cerca de 50 idosos na cidade

imagem

Governo de SP inaugura Centro Dia do Idoso em Sertãozinho, região de Ribeirão Preto

imagem

Governo de SP inaugura Centro Dia do Idoso em Sertãozinho, região de Ribeirão Preto

imagem

Governo de SP inaugura Centro Dia do Idoso em Sertãozinho, região de Ribeirão Preto

imagem

Governo de SP inaugura Centro Dia do Idoso em Sertãozinho, região de Ribeirão Preto

Nesta quarta-feira, dia 28 de fevereiro de 2018, o secretário de Estado de Desenvolvimento Social, Floriano Pesaro, inaugurou o Centro Dia do Idoso “Felippe e Consiglia Collafemina Mussa”, em Sertãozinho, na região de Ribeirão Preto. O espaço, localizado na Rua Auad Sader, 190, Jardim Liberdade, deve atender cerca de 50 idosos.

O CDI é um equipamento do Programa SP Amigo do Idoso, que oferece cuidados e atividades socioassistenciais durante o dia, enquanto os familiares estão trabalhando e não podem cuidar adequadamente da pessoa idosa dependente. No local, são oferecidos alimentação, atividades de lazer, cultura, em um espaço físico que possui banheiros adaptados, área de descanso e sala de convivência com TV/DVD e enfermaria.

“É nosso dever retribuir o carinho e atenção aos idosos. O Governo do Estado sabe da necessidade de lugares como o CDI, que acolhe os idosos sem desligá-los de seus familiares”, afirma o secretário Floriano Pesaro.

O investimento do Governo de São Paulo foi de R$ 500 mil, com contrapartida da Prefeitura de Sertãozinho no valor de R$ 395 mil, somando um total de R$ 895 mil.

No Estado de São Paulo, já foram inaugurados 56 Centros Dia do Idoso, e outros 38 estão em execução, num investimento total de R$ 47 milhões.

Sobre o Programa SP Amigo do Idoso

Lançado em 2012, tem o objetivo de executar ações efetivas e integradas para a garantia do envelhecimento ativo do idoso, fortalecer seu papel social, resultando em uma nova postura diante do envelhecimento.

O programa propõe ações intersecretariais voltadas à proteção, educação, saúde e a participação da população idosa do Estado. São 11 Secretarias de Estado envolvidas e o Fundo Social de Solidariedade (FUSSESP), sob a coordenação da Secretaria de Desenvolvimento Social.

Sobre os homenageados:

Felippe Mussa

Filho dos imigrantes sírios Jorge Abrão e Fumia Abrão, Felippe Mussa nasceu no dia 4 de setembro de 1920, no Rio de Janeiro. Mudou-se para Sertãozinho, no interior de São Paulo, ainda criança.

Estudou seus dois primeiros anos na escola Anacleto Cruz, de onde fugia para trabalhar na fábrica de carroças de tração animal, aprendendo a profissão de ferreiro.

Em 21 de setembro de 1940, casou-se com Consiglia Collafemina, com quem teve sete filhos, 30 netos e 45 bisnetos.

Abriu seu próprio negócio, uma fábrica de carroças, onde colocava ferraduras em cavalos, construía carroças com rodas de madeira, que passaram a ser roda de pneus. Com o passar dos anos, passou a construir capotas para tratores. Felippe Mussa faleceu em 11 de agosto de 2013.

Consiglia Collafemina

Nasceu no dia 04 de janeiro de 1920, filha de Francisco Collafemina e Marial Del Grande, imigrantes italianos. Consiglia Collafemnina foi criada com seus tios, pois sua mãe faleceu quando tinha seis anos de idade, deixando dois irmãos menores, Adelaide e Ângelo.

Estudou seus primeiros anos na escola Anacleto Cruz e, em 21 de setembro de 1940, casou-se com Felippe Mussa. Ajudava seu marido na oficina de carroças e, nos momentos difíceis, ia trabalhar na roça, apanhando algodão, colhendo café e feijão.

Para suprir as necessidades, começou a vender roupas e viajava para Americana, Sorocaba e São Paulo. Com o passar dos anos, abriu uma loja de tecidos na frente da oficina de seu marido. Consiglia Collafemina faleceu em 01 de outubro de 2005.

 

Assessoria de Imprensa

Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social de São Paulo

Fone: (11) 2763-8323/ (11) 2763-8131

socialsaopaulo@gmail.com

Voltar para o topo