Ação Jovem

acao jovem

O quadro que constatamos nos dias atuais não se define apenas pela insuficiência de renda, pois a pobreza não é um fenômeno puramente econômico. Ela se caracteriza pela falta de acesso às riquezas socialmente produzidas e também pela falta de acesso à Educação, a uma condição de vida saudável, a participação nos espaços de decisões coletivas e aos diretos sociais e humanos fundamentais a todas as pessoas.

A Secretaria de Estado de Desenvolvimento Social - Seds busca, por meio do Programa Ação Jovem, somar esforços para a superação da situação de exclusão e vulnerabilidade social pela qual se encontra parcela da população jovem do Estado de São Paulo, criando oportunidade para aqueles que ainda não concluíram a escolaridade básica.

O Programa Ação Jovem estimula a conclusão da escolaridade básica, possibilitando aos jovens beneficiários continuar o aprendizado para seu desenvolvimento pessoal, para sua inserção no mercado do trabalho e para fomentar sua preparação para o efetivo exercício da cidadania.


Objetivo
O Programa Ação Jovem objetiva promover a inclusão social de jovens, mediante a transferência de renda como apoio financeiro temporário para estimular a conclusão da escolaridade básica e a oferta de atividades complementares, com foco na preparação para o mercado de trabalho.

Valor do benefício
R$ 80,00 por mês.

Objetivos específicos
- Incentivar o retorno e/ou permanência na escola;

- Estimular a conclusão do ensino básico;

- Promover ações complementares;

- Propiciar acesso a cursos profissionalizantes;

- Favorecer a iniciação no mercado de trabalho.

População-alvo
Jovens na faixa etária de 15 a 24 anos, de ambos os sexos, com ensino fundamental e/ou médio incompleto e que se encontram em situação de vulnerabilidade social.

Qual o tempo de permanência do jovem no programa?
O período de permanência é de 12 meses, podendo ser prorrogado por iguais periodos, sendo o maximo de 36 meses, desde que o jovem continue atendendo aos critérios de elegibilidade do programa. Por descumprimento de condicionalidade, o jovem poderá ser desligado a qualquer tempo.

Quais são os critérios para a inscrição do jovem no Projeto?
1. Ter idade de 15 a 24 anos;

2. Estar matriculado no ensino regular de educação básica (Ensino Fundamental ou Médio) ou Ensino de Jovens e Adultos (EJA) na modalidade presencial;

3. Ter renda familiar per capita de até meio salário mínimo;

Quais são os critérios para a seleção dos jovens?
1. Pertencer a famílias com menor renda per capita mensal.

2. Residir, prioritariamente, em regiões de alta e altíssima vulnerabilidade e concentração de pobreza.

Como se inscrever?
Atendidos os critérios acima, o jovem precisa procurar o Centro de Referência de Assistência Social (Cras) mais próximo ou a prefeitura local para solicitar o seu cadastramento.

Números
De 2004 (quando foi criado) a 2012, o Programa Ação Jovem já beneficiou 376 mil jovens.

A meta para 2014 é que sejam atendidos cerca de 110 mil jovens em 642 municípios do Estado.

Parcerias
Para executar o Ação Jovem, a Secretaria de Desenvolvimento Social conta com a parceria das Secretarias de Estado de Educação, da Saúde, do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, do Emprego e Relações do Trabalho, outros órgãos estaduais, Prefeituras Municipais e organizações do segundo e terceiro setor.

Ação Jovem e Sesc-SP
Beneficiários do Programa Ação Jovem e seus dependentes têm acesso às atividades de esporte, cultura e lazer oferecidas pelo Sesc-SP. Para emissão de carteirinha gratuita, basta o jovem se dirigir a uma das unidades da instituição espalhadas no Estado de São Paulo, com o cartão do programa e o documento de identidade em mãos, passando a utilizar suas facilidades e descontos nas atividades oferecidas.

Veja aqui quais são os benefícios oferecidos pelo Sesc-SP.