Como podemos ajudar você?
Publicado em 25/11/2022

Conselho Estadual do Idoso toma posse para gestão 2022-2024

Novos membros têm a missão de aperfeiçoar e ajudar o desenvolvimento de políticas públicas para relacionadas à longevidade da população, hoje fato incontestável em São Paulo.

Tomaram posse para o novo biênio, nesta sexta-feira (25/11), os novos 26 conselheiros com assento no Conselho Estadual do Idoso de São Paulo (CEI-SP). A presidente é a jornalista Kelen Garcia, que representa a sociedade civil. E a vice-presidente é a servidora de carreira Salete Dobrev, que representa o poder público.

No evento realizado na sede da Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social, estiveram presentes a secretária da pasta, Célia Leão, e os ex-presidentes do Conselho, Daniele Ribeiro, e Tomas Freund.

O papel do Conselho ao fazer a junção da sociedade civil com a gestão pública e definir políticas que atendam às demandas dessa fase da vida da população no Estado, foi ressaltado pela secretária Célia Leão. “O Governo do Estado procura garantir o direito das pessoas idosas ao incorporar ações e atitudes nessa direção e assim se tornar, cada vez mais, um Estado Amigo do Idoso. Acredito que o trabalho dos conselheiros se renova a cada dia na tarefa de acompanhar as iniciativas em andamento”, pontuou.

Trabalhando há 14 anos na área social, onde administra uma Organização Não Governamental (ONG), no município de Cotia, a nova presidente do Conselho Estadual do Idoso, Kelen Garcia, disse que seu principal desafio será dar um avanço nas políticas para o envelhecimento. “Vamos lançar os editais para ampliar os programas que atendam a pessoa idosa em todo estado de São Paulo”, falou.

A ex-presidente do CEI-SP, Daniele Ribeiro, fez um balanço de sua gestão e salientou algumas de suas principais atuações como a entrega do “Pacto Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa”, que foi formalizado com o governo federal por meio da Secretaria Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa e do Ministério da Mulher. Nele, com a finalidade de fortalecer os direitos da pessoa da Terceira Idade devem ser ofertados programas aos Conselhos Municipais e Estaduais, com destaque para a criação do curso de capacitação para os conselheiros e gestores municipais a ser realizado a partir de março de 2023. Outro fator da sua administração foi ter conseguido manter as atividades do Conselho no auge da pandemia da covid-19.

Sobre o CEI-SP

O Conselho Estadual do Idoso tem como objetivo formular ações de implementação da política dos direitos da pessoa idosa que estejam em consonância com a Política Nacional do Idoso e do Estatuto do Idoso, assim como gerir o fundo e fixar critérios de utilização, e o plano de aplicação dos seus recursos.

Visa ainda buscar parcerias com órgão públicos e instituições da sociedade civil para executar projetos que atendam às necessidades das pessoas da Terceira Idade, além de estimular a criação dos Conselhos Municipais do Idoso em todo estado. O Conselho é vinculado à Secretaria Estadual de Desenvolvimento Social (SEDS).
O CEI é constituído por 26 conselheiros, tendo a seguinte composição: 13 representantes da Sociedade Civil (incluindo as 7 macrorregiões do estado), e 13 integrantes de Órgãos Públicos Estaduais de São Paulo, das seguintes pastas e órgãos:

  • Secretaria de Cultura e Economia Criativa
  • Secretaria de Desenvolvimento Social
  • Secretaria de Desenvolvimento Econômico
  • Secretaria de Educação
  • Secretaria de Esportes
  • Secretaria de Habitação
  • Secretaria de Justiça e Cidadania
  • Secretaria de Infraestrutura e Meio Ambiente
  • Secretaria de Saúde
  • Secretaria de Turismo
  • Fundo Social de São Paulo
  • Defensoria Pública do Estado São Paulo
  • Ministério Público do Estado de São Paulo

 

Acesse o vídeo da Secretária Célia Leão, falando sobre a posse dos novos conselheiros do CEI. Clique aqui.

Assuntos

Desenvolvimento | Gestão | Habitação | Infraestrutura | Secretaria da Habitação | Secretaria de Desenvolvimento Regional | Secretaria de Desenvolvimento Social